Últimas Notícias Pandémicas

Bio Farma para produzir a vacina HPV da Merck & Co

Numa tentativa de combater o cancro cervical ligado ao HPV no país, a Indonésia irá produzir vacinas para o papilomavírus humano (HPV) da Merck & Co, o chefe da sua empresa farmacêutica estatal Bio Farma disse na passada terça-feira, https://www.medscape.com/viewarticle/985471?src=wnl_edit_tpal&uac=398271FG&impID=4990446&faf=1

O cancro do colo do útero é o quarto cancro mais comum entre as mulheres a nível mundial, com uma estimativa de 604.000 novos casos e 342.000 mortes em 2020, de acordo com a World Health Organization (OMS). Cerca de 90% dos novos casos e mortes em todo o mundo ocorreram em países de baixo e médio rendimento nesse ano.

Na Indonésia, a doença matou mais de 36.000 pessoas em 2021, disse o ministério da saúde, acrescentando que o acordo Bio Farma-Merck se destinava a conter o número de casos de cancro do colo do útero no país.

Honesti Basyir, chefe da Bio Farma, disse numa declaração que a empresa tinha assinado um acordo de transferência de tecnologia com a Merck & Co, um dos principais fabricantes mundiais de vacinas HPV, para ajudar a produzir as vacinas Merck no país.

As autoridades indonésias pretendem dar as vacinas a 1,4 milhões de raparigas no próximo ano, disse a empresa, acrescentando que o objectivo era produzir 2,8 milhões de doses dado o regime de dois tiros recomendado para inocular contra o cancro cervical ligado ao HPV.

A Bio Farma não respondeu imediatamente a um pedido de comentários sobre a linha temporal da produção.

Neste momento, recomendam-se regimes de duas ou três doses, mas o Grupo Consultivo Estratégico de Peritos em Imunização da OMS afirmou que as provas demonstravam que uma dose era tão eficaz como uma dose.

Deixe um Comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *